BEM VINDO AO HOSPITAL ESTADUAL DE URGÊNCIAS DE ANÁPOLIS DR HENRIQUE SANTILLO
31 de Março – Dia Mundial da Nutrição

31 de Março – Dia Mundial da Nutrição

equipe Multidisciplinar como diferencial na terapia nutricional e segurança do paciente

Neste dia 31 de Março comemora-se o Dia Mundial da Nutrição, esta data faz parte do calendário oficial do Ministério da Saúde e tem o objetivo principal de conscientizar a população sobre a importância da saúde e da boa alimentação. No ambiente hospitalar, uma estratégia nutricional adequada tem relação direta com melhores resultados no tratamento de pacientes clínicos ou cirúrgicos, enquanto uma terapia nutricional insuficiente ou inapropriada pode significar mais tempo de internação e maior incidência de complicações, como infecções. Por isso a importância da Nutrição Clínica, esta que refere-se ao gerenciamento do balanço energético dos pacientes, garantindo que eles recebam quantidades suficientes de fluidos e nutrientes como proteínas, lipídios, glicose, vitaminas e minerais.

A desnutrição hospitalar é responsável por grande aumento da morbimortalidade. No Brasil foi realizado um inquérito sobre desnutrição hospitalar, envolvendo 12 Estados e o Distrito Federal, desenhado para obter uma amostragem representativa da população de pacientes hospitalizados atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), denominado Inquérito Brasileiro de Avaliação Nutricional Hospitalar (IBRANUTRI). Este estudo revelou que quase a metade (48,1%) dos doentes internados encontrava-se desnutrida; a desnutrição grave estava presente em 12,5% dos pacientes; em apenas 18,8% dos prontuários havia algum registro sobre o estado nutricional dos pacientes e somente 7,3% deles receberam terapia nutricional (6,1% nutrição enteral e 1,2% nutrição parenteral). A prevalência de desnutrição hospitalar aumenta em função do tempo de internação afetando 61% dos pacientes internados há mais de 15 dias.

Comprometido com esse objetivo, e de forma pioneira na regiãoo Hospital de Urgências de Anápolis Dr. Henrique Santillo (HUAna), instituiu em Agosto de 2016 a Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional (EMTN) composta por Médicos, Nutricionistas, Enfermeiras, Fonoaudióloga e Farmacêutico. A Terapia Nutricional e a atuação da ENTM estão regulamentadas nas resoluções nº 63 de 2000 e nº 272 de 1998 e atende diariamente todas as solicitações de avaliação do estado nutricional do paciente, indicando, acompanhando e modificando a terapia nutricional, quando necessário, e seguindo os protocolos até que sejam atingidos os critérios de reabilitação nutricional preestabelecidos. Também analisa o custo e o benefício no processo de decisão que envolve a indicação, a manutenção ou a suspensão de nutrição enteral e parenteral.

A Nutricionista e Supervisora de Nutrição Clínica do HUAna, Fabiana Cintra, explica que entende-se por Terapia Nutricional o conjunto de procedimentos terapêuticos que visam a manutenção ou recuperação do estado nutricional por meio da Nutrição Parenteral ou Enteral, realizados nos pacientes incapazes de satisfazer adequadamente suas necessidades nutricionais e metabólicas por via oral. Avaliamos a necessidade de se alimentar de modo especial para assegurar sua plena recuperação. Estudos têm demonstrado que a primeira semana da doença grave, grande índice no HUAna, é decisiva e que o aporte calórico-proteico muda o desfecho clínico.

Segundo Dr. Leandro Marques, Nutrólogo e Coordenador Clínico da EMTN do HUAna, o serviço de nutrição possui papel fundamental na recuperação do paciente, ele ressalta que a manutenção ou a restauração de um estado nutricional adequado é um aspecto importante para o restabelecimento da saúde. No doente hospitalizado a desnutrição pode se instalar rapidamente devido ao estado de hipercatabolismo que acompanha as enfermidades, traumatismos e infecções, em resposta ao estresse metabólico que ocorre nestas condições, principalmente quando a ingestão nutricional é insuficiente.

Dr. Márcio Matias de Oliveira, Diretor Técnico do HUAna, frisa a importância da EMTN e ressalta a sua necessidade. “A terapia nutricional é uma atividade altamente especializada e necessária no ambiente hospitalar.Melhorando a saúde do paciente, a nutrição clínica reduz o uso de recursos de saúde, oferecendo benefícios econômicos decorrentes de internações hospitalares mais curtas, menos reinternações e redução de custos.” diz Márcio.

Setor de Nutrição e Dietética (SND)

Após a avaliação da Nutrição Clínica, é repassado as prescrições ao Setor de Nutrição e Dietética do HUAna, este que é responsável pelo armazenamento, produção e distribuição da alimentação de pacientes, acompanhantes e colaboradores da instituição, e tem por finalidade fornecer uma refeição balanceada, visando auxiliar na recuperação do paciente proporcionando qualidade de vida através da nutrição.

Segundo a Nutricionista e Supervisora de Unidade de Alimentação e Nutrição do HUAna, Aline Bernardes, a cozinha do hospital funciona 24 horas por dia, com 30 funcionários, divididos em quatro plantões. São produzidas cerca de 1000 refeições diárias para pacientes, acompanhantes e colaboradores. Além da produção, são eles os responsáveis pela distribuição da dieta prescrita ao paciente, seja ela, enteral, parenteral, ou Dieta livre.

O setor é o mais bem avaliado na Ouvidoria do HUAna. Semanalmente, pacientes e acompanhantes elogiam a deliciosa refeição preparada e distribuída a eles.

A integração da equipe de EMTN do HUAna, formada por médicos, nutricionistas, enfermeiras e farmacêutico, fonoaudióloga e da SND permite o acompanhamento 360 graus do paciente, ou seja, que ele seja monitorado em todas as suas necessidades. Esta preocupação focada na desnutrição e/ou risco nutricional no ambiente hospitalar, o HUAna, junto a FASA, instituição mantenedora do HUAna, tem como compromisso garantir o aporte nutricional de qualidade aos seus pacientes. 

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Tradução »
Skip to content